Largo do Carmo, 1200-092 Lisboa vnsp@arqueologos.pt 213 460 473

Campanha 2021

2021

Decorreu, durante todo o mês de Julho de 2021, a 4ª campanha de escavações no povoado calcolítico de Vila Nova de São Pedro (Azambuja), no âmbito do projecto VNSP3000. 
Ao longo de quatro semanas, onze alunos de Licenciatura e Mestrado em Arqueologia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e uma voluntária do programa de voluntariado do Município da Azambuja, participaram em todas as tarefas programadas, nomeadamente na escavação arqueológica, trabalho de laboratório, prospecção geológica e inventário de materiais no Museu Municipal Sebastião Mateus Arenque (Azambuja), realizando também diversas acções no âmbito da Arqueologia Pública.

Objectivos da campanha de 2021:

  • Continuidade da escavação do alargamento da Sondagem 1 da Área 1 podendo, mesmo, alargá-la;
  • Conclusão da Sondagem 2 da Área 3 e, depois de conjugar os resultados desta sondagem com a Sondagem 3, traçar um novo plano que poderá incluir alargamentos das sondagens existentes ou a realização de novas;
  • As acções de limpeza, uma vez que são bastante morosas e crendo que VNSP apresenta, agora, um aspecto geral que potencie melhor a sua preservação e valorização, serão, a partir daqui, menos frequentes, apenas abrangendo espaços de futura intervenção arqueológica que possam ajudar a responder a questões relacionadas com a arquitectura do povoado, ou onde as acções de registo ainda não estejam finalizadas.

 

Entre os resultados obtidos nesta campanha, que incidiu na “2ª” linha de muralha e nas plataformas Sul e Este, destacam-se a recolha de abundantes restos faunísticos e de materiais arqueológicos, em contextos estratigráficos seguros que permitirão uma sequência de datações absolutas fundamentais para reconstituir a cronologia e a sequência construtiva deste povoado fortificado. Foram intervencionadas áreas exteriores ao Reduto Central sendo os resultados bastante promissores, revelando a complexidade deste icónico sítio do calcolítico da Estremadura Portuguesa.

No âmbito da sua estância de investigação na UNIARQ, foi realizado por Elena Cabrera (Universidade de Cádis, Espanha) o levantamento fotogramétrico do Reduto Central de VNSP, tendo em vista a reconstrução 3D do lugar, o que possibilita novas abordagens científicas e museográficas no estudo deste povoado.

No âmbito do projecto “From Hinterlands to the Sea: Using isotopic data from Vila Nova de São Pedro to understand mobility and economic integration of coastal and interior settlements in Late Prehistoric Portugal” de responsabilidade de Anna Waterman (Mount Mercy University), foram recolhidas amostras de fauna mamalógica que serão alvo de análise isotópica, permitindo o estabelecimento de padrões de mobilidade e marcadores paleo-ambientais para o sítio arqueológico.

No âmbito da Arqueologia Pública e a Preservação da Memória – importantes linhas de acção do projecto VNSP3000, dada a proximidade estreita com os públicos visitantes e em particular com os habitantes de Torre Penalva e Vila Nova de São Pedro – foram realizadas em diversos dias visitas guiadas, orientadas também pelos alunos, destacando-se, a 23 de Julho, o Dia Aberto. Neste dia, o sítio arqueológico recebeu a visita de duas centenas de pessoas tendo sido possível reunir mais informações sobre as escavações da década de 1950 e 1960, transmitidas pelos próprios intervenientes, bem como transmitir a todos os resultados da investigação em curso.

 

Área 3 – Sondagem 4